Projeto Dia das Crianças


" Ser Criança é..."

Sugestões de Lembrancinhas
Oficina de Brinquedos
Receita de massinha de modelar
Sugestões de Brincadeiras para o Projeto
Músicas para o Dia das Crianças
Artigo: Dia das Crianças - Como presentear e educar ao mesmo tempo?
Declaração dos Direitos da Criança
Turma da Mônica em: O Estatuto da Criança e do Adolescente
Poesia: O Direito da Criança (Ruth Rocha)
História Infantil: Vida de Criança
Sugestões de Atividades para o Dia das Crianças
A origem do Dia das Crianças
O dia da criança no mundo
Colorir Desenhos sobre Direitos e Deveres da Criança
Brincadeiras para Dia das Crianças
Plano de Aula: Dia das Crianças na Sala de Aula
Etiquetas para o Dia das Crianças
Embalagem com Garrafa Pet para o Dia das Crianças
Desenhos Crianças do Brasil e do Mundo
Idéias de murais/painéis para o Dia das Crianças - 12 de Outubro
Lembrancinha para o Dia das Crianças feito com garrafa pet
Festa à Fantasia no Dia das Crianças
Lembrancinha para o Dia das Crianças com pirulito 
Desenhos para Colorir e Imprimir - Dia das Crianças


CD Dia das Crianças - Arquivo digital


8 comentários:

  1. Muito bonito e bem feito esse site. Espero que todos os que a ele tiverem acesso façam bom uso. Continue com esse lindo trabalho...Parabéns! Lidiane Quirino

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adorei as dicas- usei muitas para montar meu projeto. Continue abastecendo rsrsrrs bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a esse site. Eu trabalho no PIM aqui do Rio Grande do Sul e venho nesse site encontrar ideias para adaptar com as crianças. Todos merecem meu sincero obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo trabalho.Vou aproveitar muito.
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. MUITO BOM! MIM AJUDOU MUITO. OBRIGADA.

    ResponderExcluir
  6. Lindo, continue nos presenteando com belíssimos trabalhos.

    ResponderExcluir
  7. MENSAGEM DA CRIANÇA AO HOMEM

    Olhando as crianças maltrapilhas que perambulam sem rumo, pelas ruas das grandes cidades, ficamos a imaginar qual será a mensagem que seus olhos tristes e melancólicos trazem aos homens.
    Se pudéssemos registrar seus apelos, talvez ouvíssemos seus gritos silenciosos a nos dizer:
    Construíste palácios que assombram a Terra; entretanto, se me largas ao relento porque me faltem recursos para pagar a hospedagem, é possível que a noite me enregele de frio.
    Multiplicaste os celeiros de frutos e cereais, garantindo os próprios tesouros; contudo, se me negas lugar à mesa, porque eu não tenha dinheiro a fim de pagar o pão, receio morrer de fome.
    Levantaste universidades maravilhosas, mas, se me fechas a porta da educação, porque eu não possua uma chave de ouro, temo abraçar o crime sem perceber.
    Criaste hospitais gigantescos; no entanto, se não me defendes contra as garras da enfermidade, porque eu não te apresente uma ficha de crédito, descerei bem cedo ao torvelinho da morte.
    Proclamas o bem por base da evolução; todavia, se não tens paciência para comigo, porque eu te aborreça, provavelmente ainda hoje cairei na armadilha do mal, como ave desprevenida no laço do caçador.
    Dizes que eu sou o futuro. Não me desampares o presente.
    Dizes que sou a esperança da paz. Não me induzas à guerra.
    Dizes que eu sou a promessa do bem. Não me confies ao mal.
    Não espero somente o teu pão. Dá-me luz e entendimento.
    Não te rogo apenas brinquedos. Peço-te bons exemplos e boas palavras.
    Não sou simples folha seca rolando ao vento. Sou alguém que te bate à porta em nome de Deus.
    Em nome de Deus, que dizes amar, compadece-te de mim!...
    Ensina-me o trabalho e a humildade, o devotamento e o perdão.
    Compadece-te de mim e orienta-me para o que seja bom e justo...
    Ajuda-me hoje para que eu te ajude amanhã.
    Não te peço o máximo que alguém talvez te venha a solicitar em meu benefício...
    Rogo apenas o mínimo do que me podes dar para que eu possa viver e aprender.
    * * *
    Cada criança que nasce é uma estrela que Deus coloca sobre a face da Terra para que seja amparada pelas nossas mãos.
    Não permitamos que essas frágeis estrelas se apaguem por falta de cuidados.
    Pela Lei da Reencarnação, é possível que um desses pequeninos seja um afeto do nosso coração que volta, estendendo-nos as mãos em busca de socorro e proteção.
    Ademais, Jesus asseverou que tudo o que fizéssemos a esses pequeninos, era a Ele mesmo que o estaríamos fazendo.
    ---------------
    (Redação do Momento Espírita com base no cap. 51 do livro Luz no lar, pelo Espírito Meimei, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb e no cap. 2, do livro Antologia da criança, pelo Espírito Meimei, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Idea)

    FORMATAÇÃO E PESQUISA : MILTER - 09/10/2016

    ResponderExcluir

Não esqueça de dar sua opinião, deixe um comentário. Também avise-nos caso algum link esteja off. *-*